Voz Missionária

Julho / Agosto 2021

Bem-aventurados e bem-aventuradas os que encontram alegria na Palavra do Senhor

Em Mateus (5.1-12) e Lucas (6.20-23), no conhecido Sermão da Montanha, Jesus apresentou uma série de “Bem-aventuranças”.

Jesus Cristo ensinou e espera encontrar as bem-aventuranças em um/uma verdadeiro cristão/ verdadeira cristã. Você é bemaventurado/bem-aventurada?

As bem-aventuranças desafiam o povo de Deus. O desafio é a preservação da vida de fé em situações adversas. Em meio ao luto, as perdas, à dor, ao sofrimento, ao medo que nos assombra, estamos vivenciando a dor de muitas pessoas. Como testemunhar a fé em meio a essa realidade?

Li uma historinha com o título: É o papai que está no leme?

Um vapor que cruzava o mar foi improvisamente apanhado por uma tormenta durante a noite. O barco era violentamente sacudido, acordando seus passageiros que estavam nervosos e terrivelmente assustados com a tempestade. Alguns gritavam; uns poucos rezavam.
A bordo do navio ia também uma filha do capitão, com seus 8 anos de idade. Acordou com aquele alvoroço e perguntou:
- Mamãe, o que está acontecendo?
E sua mãe lhe contou que uma tormenta repentina apanhara o barco.
- Papai está no leme? – perguntou a assustada criança.
- Sim, é o papai que está no leme – respondeu a mãe.

Ouvindo isso, a criança aninhou-se de volta na cama e, em poucos minutos, dormia a sono solto. O barco continuava a sacudir nas ondas violentas, mas ela não estava mais assustada. Seu pai estava no leme!

O Pai celeste está sempre no leme e, por mais que soprem as tormentas e os raios golpeiam, é Ele que está no controle de nossa vida, e nada temos a temer ou com o que nos preocupar. Basta que Nele tenhamos confiança e Ele tanto acalma as ondas quanto nos aquieta o coração.

À medida que avançamos nos caminhos da vida, deparamo-nos com diferentes climas – tempestuoso ou tranquilo, árido ou ameno. Há vezes em que precisamos enfrentar a dificuldade e o perigo, a doença e a morte. Não raro, deixamo-nos apavorar. Uma das grandes lições destas experiências é que nos voltemos para Deus, que nos ponhamos na depedência Dele em todas as coisas.

“Tu estás ao leme, ó Senhor! E eu nada tenho a temer” .

O bem que você planta, você colhe – J.P. Vaswani

Em tempos de pandemia, somos convidados e convidadas a vivenciar os desafios das bem-aventuranças. O nosso mundo precisa de nós. Na hora da aflição, o Senhor continua conosco.

Hoje, Jesus renova o convite para nós: “Buscai em primeiro lugar o reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas vos serão dadas por acréscimo” (Mateus 6.33).

Encerro com as palavras do hino: Ceifeiros do Senhor:
Jesus está conosco sempre,
Assim nos prometeu.
Coragem, pois, irmãos avante,
Eis, que ele já venceu!

Os que confiam no Senhor, renovar-se-ão;
Crescerão em vigor; subirão até às alturas;
Correrão e sem fadiga, andarão e sem cansar;
Voarão e nas alturas, como águias serão.

W.E.E. | Hinário Evangélico 420

NEle, a nossa força e a nossa esperança.

léia alves de souza