Voz Missionária

Setembro / Outubro 2019

90 anos inspirando vidas
(setembro/outubro de 2019)


Quando se sonha sozinho é apenas um sonho. Quando se sonha juntos é o começo da realidade - Miguel de Cervantes.

No dia 18 de setembro de 1929, um grupo de mulheres está reunido em uma sala na Igreja Metodista Central de São Paulo, hoje Catedral Metodista de São Paulo, para elaborar uma linha de ação para o trabalho das mulheres metodistas. Quantos sonhos e esperanças em suas mentes e corações! Naquele dia, uma mulher, miss Leila Epps, partilhou o sonho de criar uma revista que fosse um elo entre as mulheres metodistas e provesse o material necessário para o trabalho junto às mulheres. Seu sonho foi acolhido e tornou-se o início da realidade da revista Voz Missionária, que nasceu naquele momento.

Aquelas mulheres nunca imaginaram que seu sonho partilhado iria tomar forma, a massa seria levedada, pelo fermento da fé, e produziria um alimento espiritual inspirador para as mulheres metodistas que atravessaria nove décadas e venceria crises, talvez piores que as crises de 1929, da quebra bolsa de Valores. Mulheres de coragem, de visão e de fé.

Nove décadas depois, podemos examinar a trajetória de fé da revista Voz Missionária. Nas suas capas, podemos ver a evolução e a busca de crescimento e dinamização para alcançar as mulheres metodistas. Ao longo desses anos, a revista falou, inspirou, levou mensagens de salvação e amor, mas acima de tudo, pregou sobre o amor de Deus, acompanhou a caminhada de diversas famílias, atravessou gerações e viu uma mudança mundial e eclesial, nunca calou sua Voz. Vemos nas suas capas, o sonho de diversas mulheres que fizeram parte da sua história e acompanharam a história e a trajetória das mulheres metodistas. Na edição correspondente a cada capa, temos a história da produção da revista e a história da conjuntura política, econômica, social e eclesial do respectivo ano. No centro de todas essas capas, temos a revista nº 1 que deu origem ao sonho. A partir dela, vieram todas as outras. Que bela história a ser contada às gerações futuras. As mulheres metodistas sonharam, trabalharam, e foram inspiradas ao longo desses 90 anos.

Parabéns, Voz Missionária. Parabéns, Confederação Metodista de Mulheres. Parabéns, à Angular Editora que se juntou a nós nessa caminhada. Parabéns a todos aqueles e aquelas que se doam e fazem tudo com amor, profissionalismo, e muita dedicação para que cada edição surpreenda e seja um marco de fé e missão. Sem o trabalho de cada um de vocês a revista não atingiria seus objetivos: inspirar, encantar e ser uma voz missionária.