Voz Missionária

Laços de misericórdia

Quero iniciar nossa reflexão com um exemplo que vivi no supermercado. “Uma criança no carrinho de compras, a mãe dá um produto a ela, que começa a desembrulhar lentamente, porém a mãe chama a atenção para que não o faça. Eu estou perto também faço um sinal pra não o fazer, e a criança desvia o olhar e seguimos tentando impedir o fato”. Essa atitude me fez pensar que não só as crianças têm atitudes de teimosias, que insistem em experimentar as novidades, mesmo recebendo um não, como orientação.

Como essa palavra “Não” nos incomoda e pode nos levar ou até mesmo nos fazer rebeldes com aqueles que querem cuidar de nós. Somos assim com Deus também, essa expressão pode ser uma afirmativa ou uma pergunta para cada um de nós. Encontramos na Palavra do nosso Deus: “Por isso diz o Santo de Israel: Como vocês rejeitaram esta mensagem, apelaram para a opressão e confiaram nos perversos, este pecado será vocês como um muro alto, rachado e torto, que de repente desaba, inesperadamente, diz o Soberano Senhor. O Santo de Israel; no arrependimento e no descanso está a salvação de vocês, na quietude e na confiança está o vigor, mas vocês não quiseram. Contudo, o Senhor espera para ser bondoso (misericordioso) com vocês; Ele ainda se levantara para mostrar- -lhes compaixão. Pois o Senhor é Deus de justiça. Como são felizes todos que nele esperam”! - Isaías 30.12,13,15,18. Este texto sempre me vem à memória principalmente quando estou insistindo em algo que eu quero que dê certo, mas no fundo sei que não vai acontecer. Para isso procuro ajuda, orientação, concordância em outras pessoas e não no Senhor. Não busco a orientação dAquele que me criou e me ama infinitamente. Sou teimosa. Talvez você também seja teimosa e não goste de um Não.

O que é incrível é que Deus sabe que somos assim rebeldes, é parte da nossa natureza adâmica, e que muitas vezes desobedecemos, mas mesmo assim, Ele espera para ter misericórdia/ compaixão para comigo e para com você. Ele sofre quando desobedecemos. Ele fica esperando amorosamente à nossa volta para curar, cuidar de nossas feridas e nos dar descanso. Mostrando mais uma vez que pelo Seu amor, “As misericórdias do Senhor são a causa de não sermos consumidas” - Lamentações 3.22. Declaramos este versículo com muita facilidade, mas muitas vezes não entendemos bem que misericórdia exige um grande esforço de ambas as partes.

É do caráter de Deus ter misericórdia de nós e deve ser do nosso caráter como cristãs exercer a misericórdia também. Assim como Deus deseja nos alcançar com sua misericórdia e perdão assim também devemos nos perdoar e exercer a misericórdia com aqueles ou aquelas que são rebeldes para conosco. Assim como a mãe zela para cuidar do filho, assim o Senhor zela por nós. Como mulheres comprometidas com Deus que têm a missão de anunciar a graça salvífica que está em Jesus, temos que ter força para rejeitar a desobediência e crescer em misericórdia. É na tranquilidade e confiança que vem do Senhor que deve estar a nossa força para conseguirmos executar os Seus propósitos, termos na memória constantemente que a Sua misericórdia pela nossa vida O levou à cruz.

Que o Senhor torne nosso coração sensível a ação da misericórdia de olhar para o outro como sendo iguais a nós - passivos de teimosias, erros e acertos, mas filhos e filhas amadas de um Deus que é misericordioso. Misericórdia é um laço de amor que une Deus a nós que basta pedir socorro e Ele vem para ajudar e exercer a Sua misericórdia. Vamos seguir o seu exemplo.

Um abraço com o aroma suave do bom perfume de Cristo.


Ivana Garcia
Presidente da Confederação Metodista de Mulheres